segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Falar algarvio 6: restelo ou rastelo

Azeitonas de restelo ou rastelo, diz-se das azeitonas que caem da oliveira antes do varejo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Mós


 
Mós manuais usadas no Algarve para moer cereais
 
Era em mós deste tipo que antigamente, eram moídos os cereais utilizados na alimentação, em especial o milho para fazer as tradicionais papas de milho ou xerém.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Saída para a faina




É fim da tarde, está na hora de sair para o mar.

sábado, 30 de maio de 2015

Flores do barrocal

 
Na Primavera, até no meio do mato podemos encontrar flores. São simples flores do mato, mas são um bom contraste com a secura do barrocal.
 
 







segunda-feira, 25 de maio de 2015

9ª. Corrida de Carrinhos de Rolamentos da ACB - 2

 
Mais algumas imagens do evento.


 
 









9ª. Corrida de Carrinhos de Rolamentos da ACB

Realizou-se neste último fim-de-semana, a 9ª. edição da Corrida de Rolamentos da Associação Cultural de Boliqueime. O local continua a ser o mesmo das edições anteriores, a descida entre S. Faustino e Alfontes. No Sábado dia 23, entre o fim da tarde e o principio da noite decorreu a primeira sessão de treinos, seguida de um jantar-convívio. No Domingo dia 24, a tarde iniciou-se com mais uma sessão de treinos seguindo-se a prova principal competitiva. Esta competição desenrolava-se com a disputa 2 a 2, em que o vencedor passava à fase seguinte até chegarmos à final. Paralelamente à prova de velocidade, havia um concurso dedicado à critividade e imagem. Conforme já vem sendo hábito, criatividade foi coisa que não faltou.
 
 








sexta-feira, 6 de março de 2015

Painéis de azulejos - Quarteira

Na parede do mercado de Quarteira, podemos encontrar estes painéis de azulejos que retratam a vida de outros tempos.
 








segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Falar algarvio 5: o rabalão

Já há muito tempo que não ouvia alguém pronunciar esta palavra. Hoje, estava na fila para a caixa do supermercado e à minha frente uma jovem mãe debatia-se entre colocar as compras na caixa e ao mesmo tempo controlar o seu irrequieto filho. O traquinas, umas vezes voltava a por as compras no carro, outras queria vasculhar a mala da mãe e não parava quieto um momento. A mãe pedia-lhe em voz baixa para estar sossegado mas ele não ligava, até que já irritada, ela gritou-lhe:
- Não sejas rabalão, está quieto!
 
Rabalão - criança irrequieta, traquinas.