quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Conversas com o Ti Manel Cavaco


Ti Manel Cavaco é considerado um homem dos sete instrumentos, faz de tudo um pouco como se custuma dizer. No entanto, são as actividades agrícolas tradicionais que lhe preenchem a maior parte do tempo, quer seja na sua pequena horta, ou nos terrenos de sequeiro, ele anda sempre a fazer qualquer coisa, não é homem de ficar parado durante muito tempo. Uma das suas particularidades, além de ser um optimista que tem sempre uma solução para tudo, é a sua visão ecológica das coisas.


Fomos encontrar o Ti Manel Cavaco perto de casa quando regressava dos seus trabalhos no campo, com a enxada às costas e a assobiar as suas músicas.

- Bom dia Ti Manel, então como é que vai isso?

- Bom dia. Vai-se bem, labutando um pôco na ingrícola. Atão e tu moço? Como é que tás?

- Tá tudo bem. Então o que é se faz agora neste tempo, na agricultura?

- Olha fui ver as favas e os griséus qu’ ê tenho além na chapada. Fui pôr uns espantalhos por casa dos coelhos e dos pássaros, assim já eles na me estragam a semintêra. Depôs fui ver as farrobêras e descobri qu’ andavam lá os ratos a dar cabo daquela que tá mêmo no mêo da terra, até tá toda amarelada, sabes lá… é qu’ o raça dos bichos gostam muinto destas farrobêras de monturada.

- Então tem de pôr lá um pesticida para acabar com eles?

- Nã … ê tenho uma coisa melhor. É uma coisa que na estraga o imbiente e é más barato, já ouviste falar nas sabolas d’ almarrão?

- Cebolas albarrãs? Acho que o meu avô falava nisso …

- Pôs é, essas sabolas têm um chêro desquesito, acho qu’ aquilo até é venanoso e faz os ratos dêxarem as farrobêras em paz. Fui ó mato, andi a procura delas e consegui arranjar umas três, depôs fui samea-las à rés do tronco. Agora é só esperar uns tempos qu' eles desòpilam de lá.

- Quem sabe, sabe. O Ti Manel é muito ligado à ecologia.

- Pôs agora fala-se muinto nisso, mas ê cá sempre aprendi com os mês avozes qu’ as coisas devem ser fêtas respêtando a natureza e quase tudo tem serventia pra qualquer coisa, é o caso destas sabolas.

- Faz muito bem! Só tenho pena, de não ter ido consigo para tirar umas fotografias às cebolas, para pôr no meu blog.

- No tê quêm?

- No meu blog, Ti Manel. Aquela coisa da internet de que lhe falei no outro dia.

- Mas atão se tu queres pôr na intarnete, um retrato duma planta, ê tenho cá outra más bonita, é uma planta que tá florida neste tempo e até serve de árve de Natal. Olha nem corti nenhum pinhêro, nem tenho coisas de plástico, tenho uma planta com flores que se chama Estrela de Natal. A bem dizer na é minha, é da minha Carminha, mas anda cá ver e tira-lhe um retrato pra pores na intarnete.






- Realmente é bonita e serve perfeitamente de árvore de Natal exterior. Bem Ti Manel, obrigado por esta conversa, tenho de ir embora.

- Olha desejo-te um Ano Bom de 2010 e já agora tameim aquela famila que lê lá essas coisas, do tê blogue, saudinha e até à outra.

- Bom Ano para si também, ti Manel!


BOM ANO DE 2010 PARA TODOS!

3 comentários:

  1. Haha! Gsti munte, amigue Costa! tá munte bem injarocada, esta parte do Ti Manel. É do jêto ca famila antra logue no ano novo bem xposto!

    Dsêje-le a si tamém umas boas antradas, cum munta saudinha!

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Lamento ter retirado o comentário anterior, mas o assunto desse comentário não se enquadrava neste post.

    ResponderEliminar